sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Por que o amor não existe?


1Co 13:4 "O amor é sofredor, é benigno..."
O sofrer é bom?


O amor não existe nos moldes do cristianismo, porque o próprio cristianismo se perdeu no amor. O que existe é uma fé que nãos e sabe em que. Ou sabe-se. A fé em que todos sejam moldados dentro que a história aderiu como certo, bom e justo. E esse mesmo amor, pune quem não está dentro da luz, no quadro da perfeição.

Os cristãos amorosos espantam-se com as notícias de hoje, como se fossem de hoje. Ninguém estranha a crueza das dissenções familiares e rompimentos de relacionamentos por conta da religião, por conta do amor.

É desamor o amor entre homossexuais, mas é amor a adolescente que comete suicídio porque é lésbica e seus pais, crentes se disseram envergonhados dela.

E quando um cristão está caminhando e se depara com alguém negro e se incomoda: 
"MEU Deus, como alguém pode ser tão negro?" Ao que eu respondo...
"TEU Deus, como pode isso incomodar alguém?"

E se as pessoas transam, se elas bebem, se elas fumam, se elas ouvem Pink Floyd, se elas curtem Raul Seixas, se sonham com a Sociedade Alternativa, se gostam de barzinho e música ao vivo. Se elas leem Nietzsche ou Foucault. 
Se acreditam que o sonho de liberdade propagado por John Lennon pode ser real, se acreditam que o amor é a liberdade em fazer o bem porque é bom e não porque se não fizerem serão punidos.

Se existem pessoas que não estranham a cor do outro, o peso do outro, o cabelo, a roupa, o sapato, se não condenam a religião do outro, se elas se importam em ouvir o outro...

Pessoas assim são felizes. Ou caminham no sentido da felicidade.
Pessoas assim um dia podem descobrir o amor.
O amor pela liberdade e não pela punição.

Substitua o mal pelo bem.
Desocupe a vergonha pelo respeito.
Abandone a decepção pelo riso.
Troque a tristeza pelo outro não ser como você, pela alegria em ver que o outro é feliz como ele é.

Deixe a dor, leve o amor. O amor leve.

Deus fez o mundo em formas circulares para que nenhum ângulo pudesse ser tangenciado a favor de ninguém.


2 comentários:

Anônimo disse...

Hellen, incrível seu texto.
Nossa sociedade está mergulhada nos próprios pudores; é uma lógica machista/antiquada que inverte os valores.
A era do "correto" tomou conta do nosso mundo. Escondidos por trás do véu da religião, muitos só pensam em fomentar a dor e os preconceitos.
As pessoas se apegam aos menores detalhes bíblicos e esquecem que a maior pregação de Cristo foi que devemos amarmos uns aos outros incondicionalmente.
Levar uma vida tomada pelos preconceitos (pré-conceitos?) só nos deixa mais longe do que é divino...
...o amor é divino! o respeito, a tolerância, o carinho, a solidariedade são divinos!

António Jesus Batalha disse...

Hellen Minha querida amiga vejo muita confusão por aí, talvez causada por pessoas que deveriam dar o exemplo e só provocam confusão.O amor Bíblia ensina a amar o próximo como a nós mesmos, o amor da Bíblia ensina que Deus ama todos por igual dá uma chance a todos por igual, tudo depende da pessoa aceita ou não aceita.Ele Jesus disse: Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei.Querida o mal não esta no amor de Deus mas nas pessoas que não são bem ensinadas.Note há vários tios de amor mas apenas quero falar do amor de Deus.Deus dá ao ser humano uma liberdade de escolha ou aceitar a sua salvação ou rejeitar, quem aceita de coração é liberto do poder do pecado isto são coisas que o ser humano faz que entristece o coração de Deus, se a pessoa rejeita esse amor e salvação fica sujeita à lei do pecado.Agora o divertimento de que fala ninguém pode criticar ninguém tem autoridade mesmo que não concorde que não aceite para si mesmo esses divertimentos não deve criticar, eu pessoalmente já fui jovem minha filhota também e nunca precisamos desse tipo de divertimentos, mas não criticamos quem precisa, se as pessoas não tem a verdadeira felicidade elas tem de preencher esse vazio com alguma coisa.Para terminar pois muito tinha de falar consigo,a Hellen diz:Deus fez o mundo em formas circulares para que nenhum ângulo pudesse ser tangenciado a favor de ninguém.Gostaria de dizer que Deus é O Criador do ser humano. mas não o criador do mal. Se Deus não se importasse pelo ser humano não tinha enviado o seu único filho para morrer na cruz do Calvário, e esse sacrifício foi feito só com um objectivo libertar o ser humano do poder do mal.Desejo para si e para os seus um Natal-Muito -Feliz.
Obrigado e muita paz.
Peregrino E Servo.