terça-feira, 14 de abril de 2015

AOS MEUS AMIGOS (2)


Na cabeça de Deus a conta era muito simples... Ele criou o sexo, aí criou o casamento e ficaria tudo lindo porque para ter sexo, teria casamento. Uma família bem feliz. Papai que queria mamãe que viveria pra papai e teria lindos filhinhos que cresceriam e se casariam e seriam de seus cônjuges. Aí, viu que o sexo era bom, mas o homem viu antes DEle e aí Ele olhou e disse: Deu merda! Essa história de casamento, vai dá muito certo não, véi... E agora???


EUREKA!!! FAÇA-SE A AMIZADE!

Claro! A amizade seria então, a expressão máxima do amor que Deus sempre sonhou para nós. Na verdade, Ele queria o casamento naquele modelo lá. Mas era uma caixinha e o ser humano gostava era da skol que desce redondo...

Enfim!

Se não fosse o sexo, toda forma de amor seria honesta. Sériooooo!!!! O que estraga o amor é a paixão doentia que faz um corpo desejar outro corpo! A gente deveria era se reproduzir tipo codorna. Ninguém transava e pronto.

Ah, mas é necessidade fisiológica. Putz... Só porque a gente conhece que é. Se a gente não comesse, por exemplo, não existiria fezes. Nosso metabolismo poderia necessitar de outra fonte de energia que não fosse a glicose. Enfim... Considerem possibilidades. Até porque a característica mais forte de vocês é essa mente assim tal qual a minha.

Mas eu tô aqui pra dizer, que amanhã vai pro jornal uma matéria sobre amizade politicamente correta e aqui eu falo sem política e muito menos correções. Por exemplo, lá eu não disse o nome de vocês...
Ninguém sabe que do cometa Brunóide, que não tem nada a ver com Bruna, mas sim com o garçom mitológico da Boa Vista.

Mas aqui eu escancaro.

Até porque eu tô meio palhacinha esses dias, por causa do dubsmash... Aliás, eu trocaria tudo pra ser atriz, viu? Até vocês! lol

Quero dizer que valeu por tudo. Tem valido e valerá!

Valeu Clequin Café pelas conversas em Maceió... Paloma por me manter no eixo, aliás, por ser O eixo.

E também... Eita, deixa eu ver se ela tá...


Boo, cê tá aí? (a mais braba)

Engraçado que as pessoas ainda acham que eu saio falando minha vida pra todo mundo e quando me ponho a agradecer quem esteve em todo processo, quem aparece?

Engraçado que entra gente e sai gente de minha vida e vocês permanecem... Tantos anos já, né? Amor pra vida toda. Amor que mil vidas não seriam suficientes!

...

Estendo meu afeto aqueles que se apresentaram em minha vida aqui em João Pessoa, quando eu me senti sozinha, porque os três supracitados, fazem o favor de morar lá... Isso aí que você pensou. Assim, um obrigada cheio de carinho sincero e sem choro a Sara, Marina, Elliene e Valter. Anjos que quero cuidar pra sempre (se Bruna não matar vocês antes de ciúme).

Eita... Cadê o "povo de Deus" me ajudando? Todo mundo aí ateu, budista, agnóstico ou totalmente mundanizado.

Pois é! ESSE é o povo que DEUS usou pra manifestar o AMOR DELE por mim! E você aí na sua igreja orando.

Puffffff.........................


2 comentários:

Paloma Alcantara disse...

Amo tu, coisa purple linda. Paloma :*

Bruna Mendes disse...

Porque meu comentário não apareceu?😭 derramei tido o mel que consigui acumular a vida toda!😂