segunda-feira, 23 de agosto de 2010

CARA OU COROA NÃO DEPENDE DA SORTE

Olá caros leitores, tudo bem?
Como as teias já estão dando as caras por aqui de tanto tempo que faz que não atualizo, venho hoje compartilhar um artigo interessante com vocês, já que minha corrida rumo à gastroplastia foi desacelerada quando esbarrei no laudo da psicóloga que está dando o maior trabalho pra conseguir. Enquanto não trago mais novidades, fiquem com este artigo:


CARA OU COROA NÃO DEPENDE DA SORTE!

Os juízes de futebol que se cuidem. Pesquisadores da Universidade de British Columbia, no Canadá descobriram que com um pouco de prática é possível predizer o resultado do cara ou coroa em dois terços dos lançamentos.

Segundo a pesquisa, a face da moeda que fica para cima no ponto mais alto do lançamento tem mais probabilidade de cair virada para cima. Isso porque a moeda não gira simetricamente enquanto está no ar. Mas outros fatores também estão envolvidos no resultado, como a altura em que a moeda é lançada e o ângulo em que pegamos ela de volta.

A fórmula perfeita do lançamento a seu favor não existe, é tudo uma questão de treino. Mas pelo menos agora a gente que sabe que é possível dar aquela mãozinha à sorte!


Fonte: Superinteressante


7 comentários:

Lú Pinheiro disse...

Passei pra deixar um beijinho... tenha um ótimo dia flor...

Missionária Bella Dourado disse...

Eu preciso de suas orações e de todos aqueles que passarem por este blog e quiserem se entregarem ao pai pedindo por mim, pois a prova é de fogo e o milagre só Ele pode fazer.
Que Deus continue a nos guardar,

Mário Flávio disse...

Missonária...
Que o SENHOR possa estar nesse momento com a sua petição nas mãos analisando e dando o seu melhor veredito, sim, porque se está com DEUS, temos confiança antecipada da sua melhor decisão, e , seja ela qual for, creia, será para o seu bem.
Ele é o DEUS do impossível, creio que a irmã já ouviu muito essa frase, mas atente, ela é e será sempre fiel e verdadeira. Descanse no SENHOR.

Mário Flávio disse...

NAN, minha filha querida.
Estive ha algumas horas contigo ai em JP e já estou com saudades! te amo muito!
Passei só pra te dizer isso.
E, quanto a mensagem acima para a MISSIONÀRIA, peço permissão a mesma para que ela possa ser extensiva para voce também meu anjo.
Fica com DEUS, painho...

Mário Flávio disse...

Cara ou Coroa não depende da sorte... e o que depende do que ?
Se "deixo a vida me levar" acredito no acaso... se decido fazer, creio no livre árbítrio e fico no impasse do Salmos 139... o que fazer então!!!????
- é melhor parar por aqui, senão piro! -

Pois é, são essas coisas, escolhas, faço, não faço, escuto, não escuto, vou por ali, talvez não, sou alguém? penso? decido? ai meu Deus! olha eu de novo!

Nathy, ela mesma, com as suas últimas ações, decisões, se encontra perdida nesse turbilhão de sentimentos, não consegue se concentrar em uma alternativa, quer viver e tentar todas, não tem domínio próprio... e o resultado nunca é o esperado por ela, mas, presumido por muitos que aconpanham de fora, como nós, seus pais e voce a sua irmã.
Ela vive perigosamente desafiando o destino, procura por sua "liberdade" sem regras, objetivos e sentido, está "solta" na buraqueira da sua vida, e entre um buraco e outro, se machuca, porém nunca aprende, a sua decepção imediata assim como veio, vai, e lá está ela de novo, pronta ( se achando) para colocar a sua vida em risco, não pensa em ninguém, nem em sí, muito menos no filho... fica por ai, andando, rodando, perambulando, solta, livre, perdida na vida, esperando encontrar o que não sabe, mas quer provar! ela quer encontrar o que está além da compreenção, quer chegar onde muitos lutam para voltar.
Está na contra mão, em uma estrada deserta sem sinalização, perigo a cada curva a cada esquina, talvez a sua busca termine de repente, numa dessas "viagens" da mente, talvez dure persistente, quem sabe até Cristo a resgatar e voce virar gente!?
è duro chegar a essa conclusão, mas devido ao acontecido, não tenho outra opinião, voce minha filha linda, inteligente e sorridente me faz chorar de dor, por saber que não me escutas mais, nós seus pais que lhe pusemos no mundo, estamos vendo esse mesmo mundo te tirar de nós, dos nossos braços da nossa proteção... caben-os nesse momento de dor, elevarmos nosssos olhos para os montes, pedirmos socorro ao único que pode nos ajudar, pedimos e clamamos por voce Nathy, ao DEUS da eternidade, que lhe proteja e lhe guarde, te entregamos a ELE que tudo pode, tudo suporta e tudo RESOLVE!
que DEUS te proteja, minha filha querida.

Mário Flávio disse...

Cara ou Coroa não depende da sorte... e o que depende do que ?
Se "deixo a vida me levar" acredito no acaso... se decido fazer, creio no livre árbítrio e fico no impasse do Salmos 139... o que fazer então!!!????
- é melhor parar por aqui, senão piro! -

Pois é, são essas coisas, escolhas, faço, não faço, escuto, não escuto, vou por ali, talvez não, sou alguém? penso? decido? ai meu Deus! olha eu de novo!

Nathy, ela mesma, com as suas últimas ações, decisões, se encontra perdida nesse turbilhão de sentimentos, não consegue se concentrar em uma alternativa, quer viver e tentar todas, não tem domínio próprio... e o resultado nunca é o esperado por ela, mas, presumido por muitos que aconpanham de fora, como nós, seus pais e voce a sua irmã.
Ela vive perigosamente desafiando o destino, procura por sua "liberdade" sem regras, objetivos e sentido, está "solta" na buraqueira da sua vida, e entre um buraco e outro, se machuca, porém nunca aprende, a sua decepção imediata assim como veio, vai, e lá está ela de novo, pronta ( se achando) para colocar a sua vida em risco, não pensa em ninguém, nem em sí, muito menos no filho... fica por ai, andando, rodando, perambulando, solta, livre, perdida na vida, esperando encontrar o que não sabe, mas quer provar! ela quer encontrar o que está além da compreenção, quer chegar onde muitos lutam para voltar.
Está na contra mão, em uma estrada deserta sem sinalização, perigo a cada curva a cada esquina, talvez a sua busca termine de repente, numa dessas "viagens" da mente, talvez dure persistente, quem sabe até Cristo a resgatar e voce virar gente!?
è duro chegar a essa conclusão, mas devido ao acontecido, não tenho outra opinião, voce minha filha linda, inteligente e sorridente me faz chorar de dor, por saber que não me escutas mais, nós seus pais que lhe pusemos no mundo, estamos vendo esse mesmo mundo te tirar de nós, dos nossos braços da nossa proteção... caben-os nesse momento de dor, elevarmos nosssos olhos para os montes, pedirmos socorro ao único que pode nos ajudar, pedimos e clamamos por voce Nathy, ao DEUS da eternidade, que lhe proteja e lhe guarde, te entregamos a ELE que tudo pode, tudo suporta e tudo RESOLVE!
que DEUS te proteja, minha filha querida.

Mário Flávio disse...

Desculpem o desabafo, mas é o coração de um pai aflito que grita por socorro ao Deus altíssimo por uma causa impossível.