sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Entre a Tempestade e o Furacão

O dia ameaçava uma tempestade... Raios e trovões eram vistos e ouvidos a todo momento. Lá fora, tudo silenciava. Aqui dentro, tudo doia.
A feira, a rua, os bares e até meu coração estavam vazios. As crianças não brincavam nas calçadas, nem os marginais ensaivam sua folia...
Lá fora, ameaças de uma tempestade, enquanto aqui dentro, segurava um furacão.
Quieta, calma, sozinha eu aguardava o cair da tempestade ou o desabar de meus sentimentos.
Então o dia se fez noite e me trouxe uma suave brisa enquanto eu recolhia os pedaços de mim no chão.

Por: Hellen Taynan

4 comentários:

Sheep Shirts disse...

que lindo ._. salvei ele aqui! Acho que foi bom ler isso.

jean disse...

gostei bastante em...parabens..

Cão Pelado disse...

Belo texto...

Passa lá e comenta tb:
http://caopelado.blogspot.com/

Mattheus Rocha disse...

Oi, Hellen. Retribuindo sua visita. Bem legal seu Blog. Parabéns !!

Saudações !!