Visit my new page about Philosophy:
'Libenti Animo'

domingo, 28 de junho de 2009

A Depressão da TPM

Tudo bem.
Eu nunca escondi de ninguém que tenho TPM, o que pouca gente sabe é como minha TPM se manifesta.
Tudo bem.
Eu nunca escondi de ninguém que luto contra depressão, o que pouca gente sabe é que na TPM minha depressão fica pior! E eu fico horas e horas pensando e pensando que sou a pior das piores de todas as criaturas. Que sou a mais burra das alunas da turma e que vou ficar na final de uma disciplina cuja prova é amanhã... Isso porque eu ligo para várias pessoas da turma para tirar dúvidas e ouço de todos que não sabem de nada do assunto... que ainda nem sequer abriram a apostila, que não começaram a estudar, que ainda vão pegar o assunto... etc etc etc Alguns alegam não saber nem que a prova é amanhã!
Diante disso, bate outro sentimento mais ligado ao TOC do que à depressão em si. Eu começo a imaginar que, na verdade, é um complor. Todos sabem de tudo. Já estudaram o assunto ou estão se matando em casa devorando as páginas do conteúdo e simplesmente estão acordados entre si para me isolar e não me passar nenhuma informação.
Loucura? Pode ser. Até seria mas...
Período passado o professor dessa disciplina e eu tivemos discussões seríssimas que me levaram ao hospital com crises de hipertensão e pânico e quase me fizeram desistir do curso. O resultado é que hoje ele não me dirige a palavra, ele manda os slides das aulas dele para TODOS os alunos menos pra mim. Ele organiza excursões e visitas às empresas para aulas práticas e convida a TODOS menos a mim. Avisa quando vai faltar aula, quando vai repor aula, a data das provas a TODOS menos a mim.
A última prova dele, eu estudei pácas... tirei 7,3. Uma menina que disse que não tinha estudado nada tirou 9,5 e outra que ficou na cara dele abrindo a apostila o tempo todo tirou 10,0...
=/
Estou com medo.
Estou nervosa.
Nervosa, com medo, em pânico.
Estou triste.

Muito triste...

16 comentários:

Nana disse...

Oooooi!!

A TPM não é fácil né? Eu tbm tô naqueles dias :(
´´Otima semana pra vc viu? Beeeeeijos

Anônimo disse...

nossa vc ja procurou um médico????? ou mesmo um psicologo? vai ser de grande ajuda sabe as vezes quem ta de fora tem a medida exata de quão grande ou não é uma historia/problema....
Muita luz pra vc....
bjs

Tudo era apenas uma brincadeira
e foi crescendo, crescendo me absorvendo
e de repente eu me vi assim completamente seu
vi a minha força amarrada no teu passo
vi que sem você não tem caminho eu não me acho
Vi um grande amor gritar dentro de mim como eu sonhei um dia

Quando o meu mundo era mais mundo e todo mundo admitia
Uma mudança muito estranha, mais pureza, mais carinho, mais calma, mais alegria
No meu jeito de me dar

Quando a canção se fez mais forte, mais sentida
Quando a poesia realmente fez folia em minha vida
Você veio me contar dessa paixão inesperada por outra pessoa

Mas não tem revolta não
Eu só quero que você se encontre
Ter saudade até que é bom
é melhor que caminhar vazio
A esperança é um dom que eu tenho em mim (eu tenho sim)

Não tem desespero, não
Você me ensinou milhões de coisas
Tem um sonho em minhas mãos
Amanhã será um novo dia
Certamente eu vou ser mais feliz

Quando o meu mundo era mais mundo e todo mundo admitia
Uma mudança muito estranha, mais pureza, mais carinho, mais calma, mais alegria
No meu jeito de me dar

Quando a canção se fez mais forte, mais sentida
Quando a poesia realmente fez folia em minha vida
Você veio me contar dessa paixão inesperada por outra pessoa

Mas não tem revolta não
Eu só quero que você se encontre
Ter saudade até que é bom
é melhor que caminhar vazio
A esperança é um dom que eu tenho em mim (eu tenho sim)

Não tem desespero, não
Você me ensinou milhões de coisas
Tem um sonho em minhas mãos
Amanhã será um novo dia
Certamente eu vou ser mais feliz.

Mas não tem revolta não
Eu só quero que você se encontre
Ter saudade até que é bom
é melhor que caminhar vazio
A esperança é um dom que eu tenho em mim (eu tenho sim)

aline
http://reformatotal.zip.net

FAGGH® disse...

obrigado pela visita ao meu blog , retribuindo Celebrity Poke!
blog muito manero o seu
bju

www.celebritypoke.blogspot.com

Leonardo I disse...

TPM é fogo... Coitado de nós, homens. Mas, fique bem moça :)

geralidadesdavida.net disse...

Minha ex namorada que tinha uns ataques de nervo muito estranhos.
Eu só falava com ela depois que ela ficasse calma.

Marco Antonio

bruno disse...

Que pena isso... o que admiro é a sua sinceridade em querer compartilhar isso com a gente... Tenho pouco a dizer a respéito disso pois somente dizer-lhe não irá eliminar as injustiças... Abraços!

RG disse...

Os tempos de universidade são os Tempos Para Mourejar (trabalhar como um mouro). Mas eu trabalhei como um brasileiro mesmo e estou aqui formado e arrependido por não ter entrado numa escolinha de futebol (para domar a minha falta de dom futebolístico) e, quem sabe, tornar-me um perna-de-pau milionário. Em tempo: o seu blog é ótimo. Visite o meu. Te sigo agora. Te encontrei n'Os mais bem escritos blogs ou coisa que o valha no Orkut. (www.cronicasderg.blogspot.com) RG

Łelê disse...

Poxa... eu não tenho depressão ... mas na minha tpm ... é como se tivesse..
Choro, sem motivo algum, choro até soluçar, penso coisas absurdas, me julgo, julgo as pessoas...
Sensibilidade e emoção á flor da pele.
Só tenho certeza de uma coisa... não é fácil ser Mulher.Apesar de que as vezes é mto bom!Vai entender?!
Bjos.
Meu blog: www.retalhosdavida.spaceblog.com.br

Mika disse...

Acho que tenho depressão, ou alguma coisa do tipo bipolar, pois horas estou bem e outras horas me sinto a pior das pessoas.
MAs o fato é: nas duas semanas q antecedem a mestruação, TUDO de ruim se intensifica. Aqueles medos q vc tem guardado lá no fundo, de repente aparecem a todo gás, choro muito muito, uma vez passei mal de tanto chorar por falta de ar (a ponto de chamar a SAMU!), surgem pensamentos horrorosos do tipo de querer morrer mesmo a continuar vivendo assim... e nos 2 dias antes a menstruação, a coisa fica tão séria a um ponto, que acho que vou enlouquecer, a vontade q dá é de sair gritando por aí (rsrs).. resumindo: é HORRÍVEL.
Já estou procurando ajuda médica, pois isso interfere em várias coisas na minha vida!

Saúde e paz, moças!! Beijos!

Anônimo disse...

Entendo perfeitamente o que vc passa. tenho 32 anos e passei a sofrer de tpm após os 30, pode? É realmente horrível, há até quem cometa suicídios nessa fase. Estudos americanos mostraram resultado de uma pesquisa com presidiárias onde foi constatado que a maioria delas cometeram os delitos quando estavam na tpm. Chocou? É a mais pura verdade. No seu caso, essa falta de controle te prejudica muito, pois as pessoas não te entendem, não sabem que vc age por impulso, que vc não tem controle se suas emoções. E essa do professor, que sacana hein!! Ah se ele soubesse! O ruim é que se torna um ciclo vicioso, depois que passa o seu surto, vc analisa a situação, se arrepende, mas as palavras e atos não voltam atrás, aí vêm a culpa. Com a culpa vêm o pãnico, vc acaba se isolando, e os pensamentos negativos insistem em te perturbar, te fala mentiras do tipo ninguém gosta de mim, sou chata, burra, excluída... A vontade que vc tem é de largar tudo, e corre o risco de desenvolver uma fobia social, e consequentemente, depressão, e por aí vai. Cuidado, não acredite em tudo o que seu pensamento fala, aprendo nas terapias e em livros que existem pensamentos reais e irreais, analise a veracidade com calma. Passo por isso. Em 2010 tratei como depressão e ansiedade, com sessões de terapia com a psicóloga e medicação pelo psiquiátra, não resultou em nada. Fiz exame bem completo da tireóide e outros homõnios, não deu nada. Crises de depressão, choro, ansiedade, fobia social, pessimismo, desejos de morte, irritabilidade, dor de cabeça, insônia à noite, sonolência de dia, impaciência, etc... Já cheguei achar que estava enlouquecendo, me via internada numa clínica, nessas horas se pensa de tudo. Hj aguardo minha consulta com a ginecologista, pois percebi que meu mal é TPM, e agora farei o tratamento certo de que necessito. Não perca tempo, afinal sua qualidade de vida, seu emocional, social, estão em jogo. Conte para sua família, sua mãe ou uma prima ou amiga o que vc tem, isso ajudará a eles entendê-la, ter mais tolerância com vc e vc se sentirá mais tranquila. Desabafar ajuda mto. Eu mesma, neste momento minha família está na praia, enquanto eu na cidade, isolada em meu apartamento sozinha, mal, seprimida, há umas 3h atrás minha mesntruação desceu, então entendi. Há vários tipos de tratamento pra tpm, o médico indicará um que mais se adapte à vc. Não desista de ter uma vida normal e ser feliz, se não der em nada procure outro médico, pois infelizmente há mta incompetência médica no mercado. Boa sorte. Deus te abençoe. Abraço.

Anônimo disse...

Entendo perfeitamente o que vc passa. tenho 32 anos e passei a sofrer de tpm após os 30, pode? É realmente horrível, há até quem cometa suicídios nessa fase. Estudos americanos mostraram resultado de uma pesquisa com presidiárias onde foi constatado que a maioria delas cometeram os delitos quando estavam na tpm. Chocou? É a mais pura verdade. No seu caso, essa falta de controle te prejudica muito, pois as pessoas não te entendem, não sabem que vc age por impulso, que vc não tem controle se suas emoções. E essa do professor, que sacana hein!! Ah se ele soubesse! O ruim é que se torna um ciclo vicioso, depois que passa o seu surto, vc analisa a situação, se arrepende, mas as palavras e atos não voltam atrás, aí vêm a culpa. Com a culpa vêm o pãnico, vc acaba se isolando, e os pensamentos negativos insistem em te perturbar, te fala mentiras do tipo ninguém gosta de mim, sou chata, burra, excluída... A vontade que vc tem é de largar tudo, e corre o risco de desenvolver uma fobia social, e consequentemente, depressão, e por aí vai. Cuidado, não acredite em tudo o que seu pensamento fala, aprendo nas terapias e em livros que existem pensamentos reais e irreais, analise a veracidade com calma. Passo por isso. Em 2010 tratei como depressão e ansiedade, com sessões de terapia com a psicóloga e medicação pelo psiquiátra, não resultou em nada. Fiz exame bem completo da tireóide e outros homõnios, não deu nada. Crises de depressão, choro, ansiedade, fobia social, pessimismo, desejos de morte, irritabilidade, dor de cabeça, insônia à noite, sonolência de dia, impaciência, etc... Já cheguei achar que estava enlouquecendo, me via internada numa clínica, nessas horas se pensa de tudo. Hj aguardo minha consulta com a ginecologista, pois percebi que meu mal é TPM, e agora farei o tratamento certo de que necessito. Não perca tempo, afinal sua qualidade de vida, seu emocional, social, estão em jogo. Conte para sua família, sua mãe ou uma prima ou amiga o que vc tem, isso ajudará a eles entendê-la, ter mais tolerância com vc e vc se sentirá mais tranquila. Desabafar ajuda mto. Há vários tipos de tratamento pra tpm, o médico indicará um que mais se adapte à vc. Não desista de ter uma vida normal e ser feliz, se não der em nada procure outro médico, pois infelizmente há mta incompetência médica no mercado. Boa sorte. Deus te abençoe. Abraço.

Anônimo disse...

Entendo perfeitamente o que vc passa. tenho 32 anos e passei a sofrer de tpm após os 30, pode? É realmente horrível, há até quem cometa suicídios nessa fase. Estudos americanos mostraram resultado de uma pesquisa com presidiárias onde foi constatado que a maioria delas cometeram os delitos quando estavam na tpm. Chocou? É a mais pura verdade. No seu caso, essa falta de controle te prejudica muito, pois as pessoas não te entendem, não sabem que vc age por impulso, que vc não tem controle se suas emoções. E essa do professor, que sacana hein!! Ah se ele soubesse! O ruim é que se torna um ciclo vicioso, depois que passa o seu surto, vc analisa a situação, se arrepende, mas as palavras e atos não voltam atrás, aí vêm a culpa. Com a culpa vêm o pãnico, vc acaba se isolando, e os pensamentos negativos insistem em te perturbar, te fala mentiras do tipo ninguém gosta de mim, sou chata, burra, excluída... A vontade que vc tem é de largar tudo, e corre o risco de desenvolver uma fobia social, e consequentemente, depressão, e por aí vai. Cuidado, não acredite em tudo o que seu pensamento fala, aprendo nas terapias e em livros que existem pensamentos reais e irreais, analise a veracidade com calma. Passo por isso. Em 2010 tratei como depressão e ansiedade, com sessões de terapia com a psicóloga e medicação pelo psiquiátra, não resultou em nada. Fiz exame bem completo da tireóide e outros homõnios, não deu nada. Crises de depressão, choro, ansiedade, fobia social, pessimismo, desejos de morte, irritabilidade, dor de cabeça, insônia à noite, sonolência de dia, impaciência, etc... Já cheguei achar que estava enlouquecendo, me via internada numa clínica, nessas horas se pensa de tudo. Hj aguardo minha consulta com a ginecologista, pois percebi que meu mal é TPM, e agora farei o tratamento certo de que necessito. Não perca tempo, afinal sua qualidade de vida, seu emocional, social, estão em jogo. Conte para sua família, sua mãe ou uma prima ou amiga o que vc tem, isso ajudará a eles entendê-la, ter mais tolerância com vc e vc se sentirá mais tranquila. Desabafar ajuda mto. Há vários tipos de tratamento pra tpm, o médico indicará um que mais se adapte à vc. Não desista de ter uma vida normal e ser feliz, se não der em nada procure outro médico, pois infelizmente há mta incompetência médica no mercado. Boa sorte. Deus te abençoe. Abraço.

Anônimo disse...

Entendo perfeitamente o que vc passa. tenho 32 anos e passei a sofrer de tpm após os 30, pode? É realmente horrível, há até quem cometa suicídios nessa fase. Estudos americanos mostraram resultado de uma pesquisa com presidiárias onde foi constatado que a maioria delas cometeram os delitos quando estavam na tpm. Chocou? É a mais pura verdade. No seu caso, essa falta de controle te prejudica muito, pois as pessoas não te entendem, não sabem que vc age por impulso, que vc não tem controle se suas emoções. E essa do professor, que sacana hein!! Ah se ele soubesse! O ruim é que se torna um ciclo vicioso, depois que passa o seu surto, vc analisa a situação, se arrepende, mas as palavras e atos não voltam atrás, aí vêm a culpa. Com a culpa vêm o pãnico, vc acaba se isolando, e os pensamentos negativos insistem em te perturbar, te fala mentiras do tipo ninguém gosta de mim, sou chata, burra, excluída... A vontade que vc tem é de largar tudo, e corre o risco de desenvolver uma fobia social, e consequentemente, depressão, e por aí vai. Cuidado, não acredite em tudo o que seu pensamento fala, aprendo nas terapias e em livros que existem pensamentos reais e irreais, analise a veracidade com calma. Passo por isso. Em 2010 tratei como depressão e ansiedade, com sessões de terapia com a psicóloga e medicação pelo psiquiátra, não resultou em nada. Fiz exame bem completo da tireóide e outros homõnios, não deu nada. Crises de depressão, choro, ansiedade, fobia social, pessimismo, desejos de morte, irritabilidade, dor de cabeça, insônia à noite, sonolência de dia, impaciência, etc... Já cheguei achar que estava enlouquecendo, me via internada numa clínica, nessas horas se pensa de tudo. Hj aguardo minha consulta com a ginecologista, pois percebi que meu mal é TPM, e agora farei o tratamento certo de que necessito. Não perca tempo, afinal sua qualidade de vida, seu emocional, social, estão em jogo. Conte para sua família, sua mãe ou uma prima ou amiga o que vc tem, isso ajudará a eles entendê-la, ter mais tolerância com vc e vc se sentirá mais tranquila. Desabafar ajuda mto. Há vários tipos de tratamento pra tpm, o médico indicará um que mais se adapte à vc. Não desista de ter uma vida normal e ser feliz, se não der em nada procure outro médico, pois infelizmente há mta incompetência médica no mercado. Boa sorte. Deus te abençoe. Abraço.

Anônimo disse...

Ah, eu tbm sofro com ansiedade. Na TPM piora e parece q o todos me odeiam. Deixei a faculdade tbm, porq ñ conseguia me concentrar.Tinha crises de choro nas aulas. Ñ sei onde isso vai me levar...tenho um filho e um esposo q precisam de mim, mas tem dias q ñ qro nem levantar da cama. A vida passa, e eu aqui, presa nesses sentimentos negativos.
Triste mesmo, hoje.

Anônimo disse...

Ah, eu tbm sofro com ansiedade. Na TPM piora e parece q o todos me odeiam. Deixei a faculdade tbm, porq ñ conseguia me concentrar.Tinha crises de choro nas aulas. Ñ sei onde isso vai me levar...tenho um filho e um esposo q precisam de mim, mas tem dias q ñ qro nem levantar da cama. A vida passa, e eu aqui, presa nesses sentimentos negativos.
Triste mesmo, hoje.

Anônimo disse...

Ah, eu tbm sofro com ansiedade. Na TPM piora e parece q o todos me odeiam. Deixei a faculdade tbm, porq ñ conseguia me concentrar.Tinha crises de choro nas aulas. Ñ sei onde isso vai me levar...tenho um filho e um esposo q precisam de mim, mas tem dias q ñ qro nem levantar da cama. A vida passa, e eu aqui, presa nesses sentimentos negativos.
Triste mesmo, hoje.