terça-feira, 23 de abril de 2013

Evite a primeira bala!

Oi.
Pois é. O dia tão temido chegou: eu não aguentei mais a dieta de ovo, leite e carne e caí em tentação. Começou sutilmente: primeiro foi uma bolachinha "Maria", depois um punhadinho de amendoim, depois um pouquinho de cuscuz e depois, ah, depois... Eu devo ter posto pra dentro do estômago, freneticamente, umas 10 balinhas mastigáveis de iogurte. Sério. Essas balas deveriam ser proibidas, extintas pra sempre de todo o lugar. É impressionante, eu como uma e aí não paro mais. A dica: evite a primeira bala!
Daí chegou o momento: fui me pesar. Resultado: dos 4kg q perdi, recuperei 600g. Pois é... Eu já imaginava, o que vai fácil, volta fácil e por isso é essencial não sucumbir nem ao menos a uma pequena tentação pois dificilmente um comedor compulsivo vai resistir e parar após uma simples "prova". Uma coisa que aprendi em todos esses anos de dietas e reeducação alimentar foi que quem é gordo e compulsivo nunca se contenta com um pedacinho, um pouquinho, um punhadinho. O sufixo -inho, não combina com o transtorno alimentar. 
Continuo lendo o livro do Dr. Dukan e uma verdade que ele conta me chamou atenção. Ele explica que após várias tentativas de dieta, o organismo vai ficando mais resistente à eliminação de peso e isso é bem real. É como se ele se acostumasse a uma redução no consumo de alimentos e armazenasse energia porque "sabe" que em breve o indivíduo não vai suportar a restrição e vai voltar a ingerir as mesmas quantidades de antes.
Daqui a pouco estarei viajando. Vou ver meus pais e em casa de pai e mãe, com um sobrinho/irmão criança, não existe dieta. Vou tentar me comportar fugindo da mais nociva e presente combinação que meus parentes amam: pizza com coca-cola. Orem por mim. 
Com amor e gulodice,
Hellen Taynan

Nenhum comentário: