sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Último Capítulo de Avenida Brasil surpreendeu!

Oi, oi, oi...
Gente, eu sempre critiquei a Rede Globo pelos finais inusitados de suas novelas. Não era raro ver o mal aprontando todas se dando bem no último capítulo, mas dessa vez, tiro o chapéu.
Primeiro fiquei um pouco incomodada quando percebi a vilã Carminha (Adriana Esteves) passando à vítima. Achei que a Globo estaria manipulando a situação para dar impunidade a bandida. Mas, vendo à novela, o que despertou em mim foi grande emoção ao ver o perdão prevalecendo e as famílias em clima de união.
Tudo bem... Houveram casos bizarros como o relacionamento a três e até a quatro o que são abominações à moral e ao bom costume de nossa civilização ocidental, mas não iremos nos deter a isso.
O perdão liberado por Nina (Débora Falabela) e por Carminha, encheram meus olhos de lágrimas, e porque não dizer, encheram os de diversos brasileiros? A trama apesar de apresentar a obviedade ao atribuir o assassinato de Max (Marcelo Novaes) à Carminha, compensou mostrando que vilões merecem punições nas formas da lei e mais ainda, merecem voltar às origens e suscitar, do fundo do poço, um recomeço.
Finda a novela, fica a lembrança de uma boa trama, bem articulada e com uma ótima lição no fim! Fica também, o registro da ótima atuação do elenco. Não lembro de nenhuma atuação mediana, todas foram excepcionais. Uma novela difícil para ser superada por uma concorrente até mesmo, da própria Globo.
Adeus, Avenida Brasil!


Nenhum comentário: