terça-feira, 11 de maio de 2010

SUICIDAS SE ENCONTRAM EM PONTE E SE APAIXONAM


O russo Andriej Ivanov, 26 anos, estava decidido a dar um fim na própria vida. Sua dor era imensa. Apenas um dia antes de seu casamento, sua noiva morreu em um acidente de carro.

Para se juntar a ela, Ivanov pularia da maior ponte de Ufa, cidade que fica na parte central da Rússia.

Quando chegou ao local do suicídio, o jovem encontrou uma moça, igualmente desesperada e também pronta para se matar.

Maria Petrova, 21 anos, estava grávida e havia sido expulsa de casa pelos pais que não aceitavam a situação.

A russa estava prestes a se jogar quando Ivanov a puxou pela blusa.

- Não sei o que me deu. Algo no meu coração me disse para salvá-la, mesmo sabendo que eu também queria me matar.

Ela caiu nos braços dele e ambos começaram a chorar.

- Nos abraçamos e conversamos muito. Aquela noite salvou a minha vida - e a dela também.

O casal decidiu lutar contra a dor juntos. O desespero deu lugar ao amor e os russos estão namorando. E já planejam até o casamento.

Segundo Maria, Ivanov vai ser para sempre o homem que salvou sua vida.

- No fim, todo aquele desespero teve um propósito. Valeu a pena sentir dor. Porque tudo aquilo me levou ao Andriej.

FONTE: R7

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Cardápio do dia nem um pouco light:

Manhã

01 copo de iogurte com ração humana

Almoço

04 colheres de macarrão

04 colheres de carne moída

01 copo de sprite

Tarde

01 pipos de milho

Janta

Torta salgada com massa de batata recheada com carne moída e creme de leite!

Algumas taças de vinho...

8 comentários:

Giovana disse...

Nossa q historia hem...

Bjs!

Camila disse...

ai que historia interessante, por isso que acredito em destino,ainda bem que se encontraram!!!!

Tatha, somente... disse...

flor que bizarro...hahahahahah

Flor querida, mil bjinhos para ti viu
Se cuida e juizo moçinha...hahahahah

claudia disse...

Ah!!!...o amor..é lindo!!!

Lei disse...

que história!
sei lá.. às vezes me pego pensando no destino, de como as coisas andam e de como por mais que a gente queira não cosnegue controlar a vida para que as coisas aconteçam do modo como queremos... mas pelo menos esse casal teve um final feliz. :o)

falando no cardápio, olha Hellen, acho que seu dia não foi de todo ruim. O que estragou mesmo foram as taças de vinho, pois são muito calóricas. Mas devagar vc pega o ritmo! :o)

beijos
um ótimo final de semana!

Raela Migliesi disse...

Adorei essa história! Eu sempre acreditei nessas coisas de destino... E todas as vezes que leio, vejo ou ouço algo do tipo, me emociono.
Bjs.

P.S: Visite o "Mulheres que escrevem". Tem texto novo lá.

Clara disse...

oi hellenzinha!!!
q história legal...

sempre passo por aqui p ver como vc tá... agora q n nos falamos com frequencia!
acho q vou ter q fazer um blog tb, p vc saber da minha vida...
hihihihihihihihih

bjus amiga linda linda linda!

saudade imensa de vc...
te amoooooo

História e Debate disse...

Olá! Parabéns pelo blog. Não só me tornei seguidor, mas coloquei no meu blog na minha lista de blogs que acompanho. Se puder divulgar também o meu ficarei contente. Faça primeiro uma visita e veja se vale a pena.
http://historiaedebate.blogspot.com