sábado, 11 de abril de 2009

Páscoa?



Para os católicos apostólicos romanos hoje é véspera de Páscoa. Plagiando uma canção, podemos perguntar e levar você a refletir...


"Então é Páscoa


E o que você fez?"


Alguém ainda lembra porque comemora-se a Páscoa? Durante a "semana santa" muitos lugares transformam-se num verdadeiro bacanal. Todos bebem, festejam, se prostituem, adulteram... E domingo se confraternizam com suas famílias comendo imensos ovos de chocolate e curtindo o dia mais como uma "ressaca" do feriado do que com o sentido propriamente dito. Para testar, perguntei a algumas pessoas conhecidas o que era comemorado na Páscoa e todas gaguejaram ao responder, algumas responderam corretamente, outras disseram que era o nascimento de Cristo e outras não lembravam.


E para as crianças... Bom, a educação que os pais dão e as informações que permitem que entrem em suas casas informam que a Páscoa é o dia que o coelhinho deixa deliciosos ovos de chocolate, assim como o Natal é o dia do papai noel...


É bem verdade que o mundo tem mudado tanto e tão depressa! As crianças já não brincam como antes, ao sabor da imaginação. Hoje brincam com o que a televisão lhes sugere, com jogos de computador, com brinquedos telecomandados. Quando eu era criança (e católica) minha mãe me ensinava TUDO a respeito da importância das datas. Lembro que nessa época de Páscoa, eu chorava dia sexta, pensando na dor de Jesus... Não se sabe a data que os fatos aconteceram, mas sabe-se que os fatos aconteceram e em minha concepção, devemos no mínimo, respeito a este período.


Mas, como vamos falar de Jesus? Hoje, o que vale é o se prova. O concreto, o provável. Ficou difícil falar de Cristo ao bioquímico que está “quase” a produzir vida num tubo de ensaio, ao colega de faculdade que vive para provar o improvável e aqueles colegas que blasmefam e ridicularizam a palavra de Deus?
É muito difícil encontrar palavras para um bom discurso e quiçá uma evangelização para esses descrentes, que mesmo vendo o amanhecer e entardecer, não compreendem o milagre e não aceitam o mistério da criação divina.
Os jovens são ensinados a confiar na ciência. Noventa por cento dos cientistas de sempre estão vivos hoje. O conhecimento científico e as suas aplicações tecnológicas são os novos deuses deste século, porque se presume que a ciência tem ou virá a ter explicação para tudo.


Então, seria a religião uma muleta para os fracos, e Deus um conceito obscurantista e obsoleto?
Definitivamente, NÃO!!!


Para respostas obejtivas e realistas, sejamos também realistas e objetivos acerca de Jesus! Suas obras foram paupáveis; Ele alimentou multidões famintas com pão material. Deu saúde a muitos enfermos, conviveu com mulheres e homens carentes e solitários. E hoje, "você tem fome de quê?" "você tem sede de quê?" Realmente você QUER aprender o evangelho, ou quer levantar polêmicas, e gerar perguntas que gerem contendas?


A Bíblia nos traz um Deus sem pecado, mas acima de tudo, nos traz um Deus de AMOR. Quem nesse mundo pode ter amor maior do que Deus? Que mesmo sabendo que somos infelizes pecadores, enviou seu único filho para morrer por nós...


Grande amor esse.


Alguém escreveu: “amar o mundo não é difícil para mim, o meu grande problema é o vizinho do lado”. Os índios americanos têm um provérbio que diz: “uma pessoa não deve dizer nada a outra até que tenha andado com os sapatos dela”. Ou seja, é preciso que nos coloquemos no lugar dos outros e isso implica um esforço de aproximação e de empatia.
Por outro lado há que repensar, enquanto cristãos, o que temos para oferecer/propor ao mundo de hoje.


O que você oferece a um colega que está passando por dificuldades ou que te pergunta sobre Deus, sobre a Bíblia? O que você pode oferecer? Um convite para ir à igreja? Uma literatura sem nenhum atrativo visual para quem o recebe? Uma música bonita? Frases feitas de um testemunho falso?


Pois eu digo que você tem que ter mais do que isso. Você tem que ter amor e paciência em explicar sem ofender a necessidade URGENTE de se voltar para Cristo. Você tem que pedir a Deus sabedoria para conduzir esta conversa... Você TEM que estar PREPARADO para isto.


Enquanto eu viver irei pregar e crer neste Deus PERFEITO que é JESUS CRISTO!





Boa Páscoa para todos.





P.S. vale a pena destacar: na busca de imagens no google para "Páscoa", só aparecem imagens de coelhos e ovos.

8 comentários:

JOELSON GOMES disse...

Ótimo amor, é isso mesmo. Parabens. Hoje no programa falamos sobre esse comercio e essa sociedade paganizada que paganiza tudo. Beijos.

jaka disse...

De acordo com a tradição, a primeira celebração de Pessach, Pascoa no Hebraico, ocorreu há 3500 anos, quando de acordo com a Torá, Deus enviou as Dez pragas do Egito sobre o povo do Egito. Antes da décima praga, o profeta Moisés foi instruído a pedir para que cada família hebréia sacrificasse um cordeiro e molhasse os umbrais (mezuzót) das portas com o sangue do cordeiro, para que não fossem acometidos pela morte de seus primogênitos.

Hellen Taynan disse...

Após a morte e ressureição de Cristo, a Páscoa teve outro significado, amigo Jaka.

jaka disse...

Ah claro, so existe o cristianismo...

factóide por minuto disse...

concordo com o Jaka...
eu nao nego a existencia de nenhum amessias mas todas as pessoas que se consideram religiosas deveriam ter um minimo de curiosidade para contextar o que foi passado para os mesmos durante a vida inteira... e perceber que existem outras religioes que merecem reconhecimento...

: !srael : disse...

Muito bom blog... E desculpa pelo calote....
Adorei o estilo principalmente... E Feliz Páscoaa!!

Rafael disse...

Legal.

=)

adenilson disse...

viva a páscoa.
com seus "regimes pos páscoa"
aiushauishas
com o glamour do natal.
presentes.
doces..
iguarias...
enfim..
uma data mais do q festiva e mais alegre do q deveria ser..


ta mto legal o blog como sempre.
eu atualizei o meu tem coisas legais lá.
t esperolá
abraço e ótima kinta

bagageirodocurioso.spaceblog.com.br