quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Sem Mandamentos





Hoje eu quero a rua cheia de sorrisos francos


De rostos serenos, de palavras soltas


Eu quero a rua toda parecendo louca


Com gente gritando e se abraçando ao sol


Hoje eu quero ver a bola da criança livre


Quero ver os sonhos todos nas janelas


Quero ver vocês andando por aí


Hoje eu vou pedir desculpas pelo que eu não disse


Eu até desculpo o que você falou


Eu quero ver meu coração no seu sorriso


E no olho da tarde a primeira luz


Hoje eu quero que os boêmios gritem bem mais alto


Eu quero um carnaval no engarrafamento


E que dez mil estrelas vão riscando o céu


Buscando a sua casa no amanhecer


Hoje eu vou fazer barulho pela madrugada


Rasgar a noite escura como um lampião


Eu vou fazer seresta na sua calçada


Eu vou fazer misérias no seu coração


Hoje eu quero que os poetas dancem pela rua


Pra escrever a música sem pretensão


Eu quero que as buzinas toquem flauta-doce


E que triunfe a força da imaginação


Oswaldo Montenegro


---------------------------------------------------------------------------------------


De ontem pra hoje, comecei a me interessar por cordéis e rimas em geral...


Aí estão...





Já me tacharam de santa
Nesse mundo de meu Deus
Na conversa com os ateus
Percebi, nada adianta
Minha fé a ti espanta
Pois tu és um homem nu
Te embriagas de pitu
Enquanto eu vou confirmando
E vou por aí contando
Que sou melhor do que tu.



Desça aí do alto clero
Que hoje aqui eu estou
Hoje a ti dizer eu vou
Que você não é sincero
Você não é o que espero
É como água de chuchu
Vestido nessa batina
Pois juro que sou divina
E que sou melhor do que tu


Nenhum comentário: